Serão mesmo reais as histórias de que no Japão as pessoas trabalham em excesso, às vezes até a morte? Hoje o Willian, um paulista descendente de japoneses, vai nos contar sobre como foi ser o único brasileiro escolhido para fazer um mestrado na área de computação na terra do sol nascente.

Além disso, sobre como é trabalhar na área de programação nesse país tão longínquo, mas com uma cultura tão conhecida no Brasil.

Participantes:

  • Gabs Ferreira, o host que trocaria a namorada por um sushi bem feito
  • Fabrício Carraro, o host que achava o Hyoga mais legal que os outros
  • Willian Akamine, Desenvolvedor no Brasil e no Japão

Links:

Produção e conteúdo:

Edição e sonorização: Radiofobia Podcast e Multimídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *